Por que é que insectocaçadores com lâmpadas LED são mais eficazes

Avatar

As moscas e outros insectos voadores são uma ameaça para as empresas que necessitam de ambientes isentos de contaminação, como as que manipulam alimentos ou produtos farmacêuticos. Os insectos também são um incómodo em instituições de saúde, hotéis, locais de conferências ou outros.

As áreas de elevado risco exigem o melhor controlo de infestações

Todas as empresas precisam de uma solução eficaz e adequada para eliminar moscas nos seus ambientes específicos – seja um grande armazém de logística ou um café. Há uma diversidade de factores que se deve considerar ao escolher um insectocaçador.

Embora os insectocaçadores tradicionais possam ser eficazes a eliminar moscas, os insectocaçadores LED têm igualmente, se não melhor, eficácia e trazem também uma série de outros benefícios.

Sustentabilidade

Poupança de Energia

Como todos os que têm lâmpadas LED em sua casa sabem, as lâmpadas LED têm uma poupança de energia significativa em relação às lâmpadas convencionais. Isto também é verdade para as lâmpadas fluorescentes convencionais utilizadas em insectocaçadores.

Uma lâmpada LED típica utilizada num insectocaçador utiliza apenas 10 watts de potência, em comparação com 60-90 watts para unidades com lâmpadas fluorescentes. Nos nossos próprios testes, descobrimos que um insectocaçador Lumnia com lâmpadas LED pode economizar até 70% de energia em comparação com insectocaçadores equivalentes com lâmpadas fluorescentes ao mesmo tempo que a pegada de carbono é reduzida em 62%.

As lâmpadas LED também podem ter uma saída de luz variável reduzindo a potência, permitindo ainda mais economia de energia em comparação com as lâmpadas fluorescentes. É o contraste na saída da luz com o ambiente que é importante para atrair as moscas por isso, à noite, e em baixos níveis de luz, a potência e a saída das lâmpadas LED podem ser reduzidas, atraindo ainda eficazmente as moscas.

Os insectocaçadores Lumnia também têm modos dia e noite para reduzir ainda mais o consumo de energia quando são menos necessários, permitindo que as empresas poupem cada vez mais e diminuam ainda mais a sua pegada ambiental.

Vida mais Longa

As lâmpadas fluorescentes padrão utilizadas em insectocaçadores só duram cerca de um ano antes de precisarem de ser substituídas. Durante esse tempo, a saída da luz UV cai para apenas metade do brilho original.

As lâmpadas LED produzem luz UV durante um mínimo de três anos e o brilho apenas desce para 70% da saída original. Assim, não só as lâmpadas LED duram três vezes mais do que a das lâmpadas fluorescentes, poupando nos custos de substituição, como mantêm uma maior saída de luz UV durante esse período, mantendo-se assim eficazes por mais tempo.

A emissão de luz UV das lâmpadas LED é cerca de 80% maior do que nas lâmpadas fluorescentes convencionais utilizadas em insectocaçadores.

Mais seguro

Sem químicos perigosos

As lâmpadas fluorescentes requerem uma série de produtos químicos perigosos para funcionar e, portanto, se manuseadas incorrectamente, são um risco para a segurança. Contêm vapor de mercúrio de baixa pressão – que gera luz quando uma corrente eléctrica passa por ela – e outros gases como árgon, xenon, néon ou krypton para controlar este processo.

O interior do tubo de vidro é revestido com uma substância fluorescente feita de vários sais de fósforo e metais raros para converter a luz ultravioleta produzida pelo mercúrio nos comprimentos de onda desejados. A lâmpada também possui eléctrodos de tungsténio revestidos com óxido de bário, estrôncio e cálcio para melhorar a sua função.

Uma lâmpada LED, por seu lado, tem uma pequeníssima placa semicondutora envolta em plástico. Um série delas é colocada numa tira de plástico ou metal para criar uma lâmpada que é usada no insectocaçador. Não há produtos químicos perigosos que possam escapar para o meio ambiente, na sua utilização normal.

Sem Vidro

Uma lâmpada fluorescente consiste num tubo de vidro frágil que contém o vapor de mercúrio e os outros componentes mencionados acima. O tubo de vidro pode quebrar facilmente se cair ou for alvo de um impacto que espalharia o vidro e todos os produtos químicos do tubo ao redor da área onde os alimentos são manipulados ou quaisquer produtos sensíveis que estejam na área.

Numa lâmpada LED, não há vidro que possa estilhaçar nem há nenhum produto químico perigoso que possa ser libertado. Em testes realizados, em que um insectocaçador LED cai repetidamente, as lâmpadas não quebram, sendo, portanto, perfeitamente seguras para áreas alimentares.

Atractividade para as moscas

Gráfico 2 – Relação entre Sensibilidade das moscas à radiação e o seu Comprimento de onda

O gráfico mostra a sensibilidade dos fotorreceptores nos olhos de uma mosca doméstica a diferentes comprimentos de onda de luz. Isso mostra que os fotorreceptores da mosca são ajustados para comprimentos de onda em torno de 350 nanómetros, o que está perto da saída de UV dos LEDs Lumnia (365 nm).

As lâmpadas LED produzem luz intensa na parte mais sensível do espectro UV que as moscas podem ver. Há pouca luz ultravioleta em ambientes internos, portanto, as lâmpadas LED aparecerão para as moscas como fontes de luz brilhantes e irão atraí-las para a unidade.

Maior alcance


Gráfico 2 – comparação do alcance Lumnia com o tradicional tubo fluorescente L3

O maior brilho das lâmpadas LED também significa que o insectocaçador tem um alcance maior – a distância em que a luz é forte o suficiente para atrair os insectos. Ao testar os nossos insectocaçadoeres Lumnia, a faixa de alcance da lâmpada LED foi determinado como sendo 80% maior (luz UV medida em watts por metro quadrado numa superfície plana) do que uma lâmpada fluorescente L3 tradicional.

Uma lâmpada LED atrairá moscas e outros insectos a distâncias maiores, o que também significa que, num espaço grande, menos unidades serão necessárias, pois podem ser colocadas mais afastadas entresi. Isso economiza custos para as empresas em três vertentes – no número de insectocaçadores, nos custos de electricidade e na substituição de lâmpadas.

Higiene

Em alguns Insectocaçadores tradicionais, as moscas são electrocutadas e os seus fragmentos podem escapar para o meio ambiente, causando risco de contaminação cruzada em áreas de manipulação de alimentos, por exemplo.

As unidades Lumnia para áreas de alta dependência são projectadas para ultrapassar essa questão específica, usando poderosas placas de cola e um módulo de encapsulamento que captura as moscas e evita que fragmentos do insecto seja projectados. Isso minimiza o risco de contaminação cruzada, tornando o controlo de moscas mais higiénico e seguro.

Quando comparados com os tradicionais insectocaçadores, Os Lumnia LED não são apenas tão ou mais eficazes, são mais económicos, sustentáveis e higiénicos. No entanto, é a gama Lumnia da Rentokil que possui um maior alcance e captura as moscas mais rapidmante do que qualquer outro insectocaçador LED. E, com seu design moderno, são esteticamente agradáveis para serem colocados à vista dos clientes.

Saiba mais sobre a gama de insectocaçadores Lumnia de LED  

Ou contacte-nos para agendar uma Inspecção gratuita, sem compromisso.

Avatar
Departamento de Marketing

Adicionar um comentário

Equipa local


Pesquisa


Preciso de ajuda com...

Contacte-nos


Contacte-nos

Residencial: 808 21 08 08 
Comercial:   808 20 20 18

Preencha o formulário abaixo e um dos nossos Especialistas entrará em contacto o mais rapidamente possível.

myRentokil